Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

A mulher que era minha



Patente Neto, Silvino (Autor)

Literatura, ficção


Sinopse

Como o autor bem reconhece, o que fica dentro do ser humano é só curiosidade, perguntas do que nunca se sabe com certeza. Seu herói, Dioclides, conhecido por Dió, é apenas um sertanejo de São João do Paraíso que perdeu a mulher Genésia, fugida durante as festas juninas, na calada da noite. Perdeu sua amada para um boia-fria de costeletas e muita lábia destemperada. Foi o que lhe contaram e assim Dió suportou a vergonha de ter a mulher roubada: durante um ano inteiro se amparou na esperança de que ela se arrependesse. Mas ela não voltou. Foi aí que trocou a incerteza pela desilusão e, para tirar da lembrança a fogueira de São João, deixou um bilhete rabiscado para sua mãe: Um dia eu volto. Em 'A mulher que era minha', Silvino Patente Neto traz toda a beleza, simplicidade e as tramas intrincadas da vida sertaneja que se desenrola no coração das cidades mineiras e paulistas desse Brasil imenso, belo e diverso.

Metadado adicionado por Editora Jaguatirica em 26/01/2018

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Editora Jaguatirica

ISBN relacionados

--


Metadados completos:

  • 9788556620347
  • Livro Impresso
  • A mulher que era minha
  • --
  • 1 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Patente Neto, Silvino (Autor)
  • Literatura, ficção
  • Literatura nacional
  • FIC000000
  • --
    --
  • 2016
  • 27/04/2016
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • 14 x 21 x 1.1 cm
  • 0.225 kg
  • Brochura
  • 198 páginas
  • R$ 42,90
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9788556620347
  • 9788556620347
  • --